Chegou ao fim? Como saber se o meu casamento acabou.

Atualizado: Jun 17

Véu e grinalda, estouros do champanhe e pessoas queridas completando a festa; Poucas pessoas, cerimônia restrita e apenas o básico; Ou ainda, aquele namoro que evoluiu para um compartilhamento do mesmo lar.

Seja qual for a forma da celebração e da formalização, o fato é que todos que se unem em relação conjugal sonham com dias mais felizes e com a eternidade do amor: até que a morte nos separe (e além)!

Mas como nós sabemos, nem sempre isso acontece. Um em cada 3 casamentos acaba em divórcio, e esse número tem crescido nos últimos anos segundo o IBGE.

A pergunta que surge é: como saber se meu casamento chegou ao fim?

Embora não haja uma receita de bolo, alguns sinais podem indicar que o sonho do amor eterno pode não ser mais uma realidade.

1. Pensamento constante sobre o divórcio

Imaginar que está solteiro ou se relacionando com outra pessoa nem sempre é um sinal preocupante. Mas, se esse pensamento é frequente ou permanente e você não consegue mais se reconhecer ao lado do seu parceiro atual, pode significar que o amor e a atração chegaram ao fim.

2. Falta de interesse pelas preocupações do outro

A correria do dia a dia pode tirar a atenção e diminuir as conversas entre o casal. Não demore a agir, converse com seu parceiro e não se esqueça que vocês devem encontrar juntos a solução para os problemas, sejam comuns ou individuais.

Entretanto, se o seu parceiro não te escuta mais e não tem nenhum interesse em saber das suas preocupações e dos seus sentimentos, isso pode ser um sinal de que ele não queira mais continuar a relação. A situação faz com que uma das partes se sinta sozinha na relação, desequilibrando a relação de parceria esperada na relação conjugal.

3. A intimidade sexual desapareceu

Uma vida sexual saudável faz bem a qualquer relação. Contudo, é muito comum que casais passem por períodos de altos e baixos no quesito sexual, sobretudo se comparado ao início da relação, quando não existiam filhos, trabalho, contas a pagar, etc.

Por isso, não ter interesse por sexo todas as noites não é motivo para entrar em pânico. Mais uma vez, a percepção da situação demanda ação por parte do casal, para que encontrem a melhor maneira de se satisfazerem sexualmente.

No entanto, se a sua vida sexual se tornou totalmente inexistente ou as relações sexuais passaram a ser uma obrigação, há motivos para se preocupar, pois nem mesmo os melhores relacionamentos sobrevivem sem que exista afeto íntimo.

O sexo muitas vezes é um dos elementos mais relevantes dentro de uma relação. Se já não existe fogo o suficiente, pode ser um sinal de que o casamento realmente chegou ao fim.

4. Discussões viraram rotina

Embora seja perfeitamente possível viver sem discussões, é comum que casais discutam em momentos de divergência. É natural que o casal divirja opiniões, afinal você só irá concordar 100% consigo mesmo.

Mas, se tudo na relação vira motivo para divergências acaloradas, se o casal não consegue mais conversar de forma cívica e nenhuma das partes é capaz de fazer concessões, é sinal de que a paciência com o outro pode ter se esgotado.

Em casos extremos, as discussões podem avançar para a violência, por meio de xingamentos, humilhação e até agressões físicas. Não espere e não admita estar em uma relação tóxica. Esse é o maior sinal que já passou da hora de por um fim nessa relação.

5. Traição

Talvez você esteja olhando com outros olhos para aquele(a) colega do trabalho ou da academia. Sentir atração por um terceiro, admirar a beleza de outra pessoa, é perfeitamente normal. Mas, se os companheiros já não observam mais o sentimento da outra parte e se esquecem da relação conjugal de fidelidade que prometeram levar, é sinal de que a relação pode ter se esvaído.

A traição é certamente a principal causa de divórcios em todo o mundo. Na maioria das vezes, a traição não é algo público, e normalmente acontece quando os casais já estão com algum tipo de dificuldade na relação.

A traição pode trazer sérias consequências à pessoa traída, bem como ferir a relação dos pais com os filhos, que geralmente culpam o traidor pela dilaceração da família. Se essa situação já é uma constante no relacionamento, talvez seja hora de pedir o divórcio.


=====

Seja qual for o motivo do término, procure sempre cuidar da sua saúde mental e acalmar os ânimos, pois o processo de divórcio é um momento delicado. Estar em paz fará com que as partes enfrentem a situação de forma menos dolorosa.


Institucional
2020 NowOn.
Contato
WhatsApp:
(61) 9 9436-3862
E-mail:
contato@nowon.com.br
Social